Peregrino

Peregrino quando criança era um menino diferente, apesar de sorridente e tímido sempre pareceu viver isolado em seu mundo, e isso o expôs e ele acabou abandonado nas ruas da Marília Metropolitana, pois dentro de suas limitações conseguia entender como era a verdadeira cidade e isso fez com que fosse negligenciado por seus entes queridos que agiram sob medo das represálias das Tropas do Amanhã.

Com traços que lhe causam limitações intelectuais, ele desenvolveu a super-habilidade de correr, dada essa limitação, seu corpo o recompensou com esta velocidade sobre-humana. Adotado por Ci-Jaci recebe este nome, por ser tão rápido quanto um falcão-peregrino.

Em Radius no ano de 3.121, não termos nenhum outro tipo de animal além de cães e gatos, mas Ci, personagem dotada de um conhecimento milenar sabe que na Terra um dia existiu o falcão-peregrino a mais veloz das aves da fauna brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *